Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Recuperação dos EUA continua 'anêmica', diz CBO

O ritmo da atual recuperação econômica dos EUA continua "anêmico" em comparação com períodos posteriores a recessões anteriores, disse hoje aos legisladores o diretor do Escritório de Orçamento do Congresso (CBO, na sigla em inglês), Douglas Elmendorf. A taxa de desemprego dos EUA, um indicador essencial para medir a saúde da economia, deve permanecer acima de 8% até 2012, e superior a 6% até 2013, acrescentou.

ÁLVARO CAMPOS, Agencia Estado

28 de setembro de 2010 | 13h59

Elmendorf disse que o mercado imobiliário, outro setor importante para o crescimento econômico dos EUA, deve permanecer estagnado até que os estoques de residências não vendidas diminua. O diretor afirmou ainda que o CBO espera que o valor médio nacional dos imóveis residenciais caia mais 7% até o fim de 2011.

O diretor do CBO prestou depoimento no Comitê de Orçamento do Senado, em uma das suas participações rotineiras para informar os legisladores sobre a situação da economia.

Questionado sobre os vários cenários no caso de uma prorrogação total ou parcial das reduções de impostos adotadas no governo do ex-presidente George W. Bush, que acabam no fim do ano, Elmendorf disse que não existe uma "contradição intrínseca" entre fornecer estímulos fiscais adicionais agora e "impor uma contenção fiscal nos próximos anos, quando a produção e o nível de emprego estarão provavelmente próximos de seus potenciais". Mas ele ressaltou que uma prorrogação permanente das reduções dos impostos se mostraria prejudicial ao déficit orçamentário, que já é grande. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
recessãocriserecuperaçãoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.