Recuperação econômica vem no curto prazo, diz Tombini

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que a economia brasileira está em pleno processo de recuperação, o que vai se manifestar no curto prazo . "O crescimento irá se acelerar nos próximos trimestres", comentou em palestra durante congresso da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) nesta sexta-feira, em São Paulo.

RICARDO LEOPOLDO, FRANCISCO CARLOS DE ASSIS E WLADIMIR D'ANDRADE, Agencia Estado

17 de agosto de 2012 | 13h48

Tombini ressaltou que o País tem fundamentos macroeconômicos sólidos, com sistema financeiro capitalizado e alta liquidez, o que são condições naturais para a continuidade da geração elevada de empregos e aumento da renda da população.

Em breve relato sobre a cenário econômico brasileiro e internacional e suas perspectivas, o presidente do BC falou que a indústria automobilística representa uma grande cadeia produtiva da economia brasileira que, indiretamente, é importante porque acaba por fomentar outros setores.

De acordo com Tombini, por suas implicações para a conjuntura macroeconômica, o governo tem prestado atenção neste setor e no que significa para a economia das famílias e do Brasil como um todo.

Resposta tempestiva

A desaceleração da economia no segundo semestre do ano passado, atingida com força pelos efeitos da crise internacional, fez com que o País registrasse uma redução expressiva do nível de atividade no primeiro semestre deste ano. "O BC adotou resposta tempestiva aos efeitos da crise sobre a economia", disse, referindo-se em especial à decisão de política monetária em 31 de agosto, quando iniciou um processo de corte de juros, que cortou nesse período a taxa básica de juros, a Selic, de 12,5% para 8,0% ao ano.

Tudo o que sabemos sobre:
Setor automotivoFenabraveTombini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.