Recuperação fraca ameaça indústria em 2013, diz Fiesp

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) revisou a previsão do desempenho do Indicador de Nível de Atividade (INA) da indústria de transformação para queda de 5% ao final de 2012, ante recuo de 4,4% projetado anteriormente.

WLADIMIR D'ANDRADE, Agencia Estado

27 de setembro de 2012 | 13h05

De acordo com o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp, Paulo Francini, a indústria mostra uma recuperação mais lenta que a esperada, o que pode afetar o desempenho do setor para o ano que vem. "Como estava muito rendida, a indústria mostra dificuldade de recuperação", disse Francini nesta quinta-feira, durante divulgação do INA referente ao mês de agosto.

Para Francini, há um crescimento da atividade industrial em curso, mas esse avanço se dá em menor intensidade do que a esperada pela Fiesp. "Não vamos conseguir o carregamento estatístico ao final deste ano de 1,6% ou 1,7% para o ano que vem. Portanto, a expectativa de crescimento de 3,5% para 2013 começa a sofrer risco."

Tudo o que sabemos sobre:
INAFiespagostoprojeção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.