Divulgação/ Honda
Divulgação/ Honda
Conteúdo Estadão Blue Studio

Rede Honda já vende New City Sedan

Modelo chega à quinta geração com mais espaço, equipamentos e novo motor 1.5 com injeção direta

Honda, Estadão Blue Studio

08 de fevereiro de 2022 | 08h00

As concessionárias Honda estão vendendo o New City desde o início de janeiro. O novo modelo chega à quinta geração maior, mais espaçoso e ainda mais completo. As mudanças incluem um motor mais potente e com injeção direta de combustível.  Esse é o primeiro Honda fabricado no Brasil a contar com o pacote Sensing, que traz sistemas de segurança e assistência ao motorista como a frenagem autônoma, capaz de evitar atropelamentos e outros acidentes.

A nova carroceria do modelo, criada com base no conceito Standing on the Edge, ficou maior (são 4,55 metros), mais larga e mais baixa. A aparência esportiva é reforçada por novos faróis e lanternas traseiras em LED, que garantem ao New City um estilo único. Em março chega o New City Hatchback, marcando a entrada da Honda em um novo segmento no Brasil.

Todos os Honda New City trazem agora o motor flex 1.5 16V DI DOHC, com 126 cavalos. Além da injeção direta, ele vem com duplo comando de válvulas variável e o sistema Honda i-VTEC, que permite boas respostas em diferentes faixas de rotação, sempre com economia de combustível.

Esse motor faz do New City Sedan o mais econômico entre os concorrentes, com direito à letra A no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular. Com tanta economia e desempenho, nem foi preciso instalar um turbo.

Com gasolina, o New City faz 13,1 km/litro na cidade e 15,2 km/litro na estrada. As marcas com etanol também surpreendem: 9,2 km/litro em uso urbano e 10,5 km/litro em rodovia.

E as mudanças feitas na transmissão resultaram no melhor aproveitamento desse novo motor. O câmbio CVT conta agora com duas novas tecnologias: Step Shift, que traz agilidade nas retomadas de velocidade, e EDDB, que aumenta o efeito do freio-motor e melhora a segurança em descidas de serra.

Mais conforto e conectividade

Mais longo que o carro da geração anterior, o New City tem agora mais espaço interno e recebeu bancos com Sistema de Estabilização Corporal, uma tecnologia que combate o cansaço em longas viagens porque oferece melhor suporte ao corpo.

Essa mudança também resultou em bancos dianteiros mais compactos: ocupam menos espaço e, com isso, melhoram a movimentação dos passageiros que vão na parte de trás. O New City possui porta-malas para 519 litros. 

Como a conectividade é essencial em projetos modernos, a Honda aplicou uma central multimídia com tela de 8 polegadas sensível ao toque em todas as versões do New City. Ela é compatível tanto com Android Auto como com Apple CarPlay e permite conexão sem fio com smartphones.

Segurança em alto nível com Sensing

O pacote Sensing disponível para o New City recebe equipamentos como uma câmera frontal dotada de sistema de detecção de longa distância. Ela identifica pedestres, ciclistas, outros veículos à frente e percebe situações de risco até à noite, permitindo a frenagem autônoma sempre que houver possibilidade de atropelamento ou colisão.

Também faz parte da tecnologia Sensing o ACC, piloto automático adaptativo, que pode frear ou reacelerar o carro de acordo com o tráfego. Além disso, o pacote de segurança consegue manter o carro dentro da faixa de rodagem ou trazê-lo de volta para a faixa quando o motorista se distrai e atua no facho dos faróis, alternando entre luz baixa (se houver outros veículos à frente ou vindo em sentido contrário) e luz alta (se a pista estiver livre).

A lista de equipamentos do New City inclui, ainda, o exclusivo Lanewatch - sistema para redução de pontos cegos -, controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, monitoramento da pressão dos pneus, botão de partida e rodas de liga leve aro 16. 

As concessionárias Honda já vendem o New City nas versões EX, EXL e Touring, com preços a partir de R$ 108.300. São seis as cores possíveis: uma sólida, três metálicas e duas perolizadas.

O modelo Hatchback virá em março com nível de equipamentos semelhante ao do Sedan, mais o sistema Magic Seat, que permite grande aproveitamento do espaço interno para transporte de bagagens ou objetos mais longos. 

Conteúdo produzido pelo estadão blue studio, a área de conteúdo customizado do estadão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.