Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Redecard cresce no 3o trimestre

A combinação de aumento das receitas com redução de despesas fez a Redecard se manter na trilha do lucro no terceiro trimestre.

REUTERS

22 de outubro de 2009 | 20h42

A empresa de meios eletrônicos de pagamento, credenciadora de lojas para os cartões MasterCard, teve no período um lucro líquido de 333 milhões de reais, contra 281,8 milhões de reais em igual período do ano passado.

"Este resultado é uma combinação do crescimento... da receita operacional líquida e do comportamento favorável dos custos totais dos serviços prestados e das despesas operacionais", comentou a companhia em relatório enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta-feira.

Entre julho e setembro, a Redecard teve uma receita operacional líquida de 755,5 milhões, um aumento de 15,8 por cento ante o obtido um ano antes.

A geração de caixa --medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado-- foi de 533,5 milhões de reais, ante 454,3 milhões de reais em igual intervalo de 2008, com um avanço de 17,4 por cento.

Pelo lado dos custos de serviços prestados e despesas operacionais, o crescimento foi de 5,3 por cento no período, numa velocidade menor do que o incremento na quantidade de transações com cartões de débito e de crédito, a principal fonte de receitas da companhia, que evoluiu 14 por cento.

"Esta melhoria de produtividade foi obtida por meio de mudanças nos processos, de renegociações de preços com fornecedores e de ganho de escala", segundo a companhia.

Em meio às discussões de órgãos reguladores, que querem maior concorrência entre as empresas credenciadores, mercado hoje dominado por Redecard e VisaNet VNET3.SA>, a companhia informou que está procurando posicionar-se como empresa de captura independente.

(Reportagem de Aluísio Alves)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSREDECARDATUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.