Redecard: novo sistema reduz fraudes em 40%

A Redecard, empresa responsável pela relação das bandeiras MasterCard, Diners Club International e RedeShop com estabelecimentos comerciais, lançou um sistema de monitoramento de transações que permite reduzir em cerca de 40% o volume de fraudes com cartões de débito.O Redecard Debit Alert (RDA) foi o primeiro sistema de prevenção de fraudes na modalidade débito lançado no País. De acordo com o superintendente de prevenção a fraudes da Redecard, Eduardo Daghun, o índice de redução de operações ilegais foi apurado pela empresa junto a bancos que já utilizam o sistema: Itaú, Unibanco, Citibank, BRB, HSBC, Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco do Estado do Espírito Santo.O sistema permite adaptar diferentes políticas de segurança de acordo com o perfil do cliente. "Isso permite ainda que a fraude seja detectada no momento em que está se processando ", ressalta Daghun. A definição das políticas de segurança, explica Daghun, cabe aos bancos, que somam cerca de 13 milhões de transações mensais com cartões de débito das bandeiras da Redecard, número equivalente a movimento de R$ 530 milhões por mês."Os bancos não conseguem acompanhar todas as transações", diz o executivo. "Então, definem parâmetros para as operações consideradas de risco, que são comparados aos hábitos de compra do correntista." A partir da comparação, feita online e em tempo real pelo sistema da Redecard, o banco pode constatar se há ou não uma fraude em andamento. "Uma compra com cartão de débito às 3h em um açougue pode indicar um comportamento que não é padrão", exemplifica Daghun.Outro parâmetro que pode ser adotado, de acordo com o executivo, é a região da compra. "Por questões de segurança, não podemos dar detalhes dos parâmetros", pondera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.