coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Redecard pede registro de oferta de ações pertencentes ao Citi

A Redecard pediu à Comissão de Valores Mobiliários nesta quarta-feira o registro de oferta pública secundária de ações que pertencem ao Citibank. Segundo comunicado enviado pela Redecard à CVM, a oferta ocorrerá simultaneamente no Brasil e no exterior e terá o Citigroup Global Markets Brasil como coordenador-líder da operação. Na semana passada, a Redecard confirmou as intenções do Citi de realizar uma oferta secundária das ações que detém na empresa. Fontes próximas ao assunto disseram ainda que o banco norte-americano planeja vender os 17 por cento que tem de participação na Redecard, operação que poderia levantar 3,05 bilhões de reais para a instituição financeira norte-americana. Uma das fontes disse na ocasião que o Itaú, que detém 46,4 por cento de participação na Redecard, teria interesse em adquirir parte da fatia do Citi na empresa. Nesta quarta-feira, o presidente-executivo do Itaú Unibanco, Roberto Setubal, disse em coletiva de empresa que a instituição busca um novo sócio para a Redecard. As ações da Redecard fecharam o pregão desta quarta em alta de 3,89 por cento, negociadas a 25,66 reais. Referência da Bolsa de Valores de São Paulo, o Ibovespa fechou o dia em queda de 1,25 por cento, aos 38.231 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.