Redecard protocola oferta de ações

A Redecard protocolou ontem, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), registro de oferta pública de distribuição secundária de suas ações ordinárias nominativas, escriturais e sem valor nominal que hoje estão nas mãos do Citibank, seu acionista. A Redecard não revelou no fato relevante quantas ações pretende ofertar. O Citibank detém 17% da empresa e o Itaú-Unibanco, 47%. Ainda ontem, o diretor-executivo do Itaú-Unibanco, Roberto Setubal, disse que não é desejo da instituição comprar a parcela do Citi na Redecard. "Eventualmente, podemos comprar uma parcela para vender depois."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.