finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Redução de custo da Sabesp pode chegar ao consumidor

O diretor metropolitano de distribuição da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Sérgio Parreira, disse hoje que a companhia deve obter uma redução de custos de pelo menos R$ 40 milhões em cinco anos com a nova modalidade de contratação de serviços. A empresa, responsável pelo atendimento direto a mais de 14 milhões de pessoas na Região Metropolitana de São Paulo, assinou hoje novos contratos de manutenção das redes de água e esgoto dentro da abordagem do "Global Fourcing". Por meio desse novo sistema, a região foi dividida em cinco unidades de negócio: norte, sul, leste, oeste e centro. Para cada unidade foram escolhidos, por meio de licitação, dois consórcios que realizarão manutenção das redes.O executivo disse que a Sabesp poderá repassar para os clientes a redução de custo que obtiver com a nova modalidade de contratação de serviços de manutenção das redes de água e esgoto, que entrou em vigor hoje. Os custos cairão com a diminuição dos vazamentos, por exemplo. Entretanto, os efeitos aparecerão apenas no médio prazo, segundo Parreira, já que inicialmente a empresa pode até gastar mais por causa da troca de material das redes.Qualidade dos serviçosDe acordo com Parreira, a Sabesp possuía antes contratos com várias empresas, sendo que cada uma realizava uma parte do serviço. "Agora apenas dois consórcios vão realizar todos os trabalhos relacionados à manutenção das redes em cada unidade de negócio", explicou. Segundo o executivo, a Sabesp terá mais facilidade para acompanhar os serviços prestados pelas empresas contratadas e evitar problemas à população. "O grande objetivo dessa modalidade de contratação é melhorar a qualidade dos serviços." A companhia de saneamento avaliará constantemente o trabalho dos consórcios e só manterá contato com aqueles que apresentarem alto grau de eficiência. ReajusteO secretário de Energia, Recursos Hídricos e Saneamento do Estado de São Paulo, Mauro Arce, disse hoje que o reajuste de tarifas da Sabesp ocorrerá sempre no dia 28 de agosto. Essa será a data de aniversário das tarifas da companhia, definição que já existia no setor de energia, por exemplo. Até este ano, não havia uma data específica para a Sabesp, e o mercado aguardava um aumento de preço sempre entre julho e agosto. O reajuste de 2003 das tarifas de água e esgoto foi de 18,95%, divulgado no último dia 28.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.