Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Reestruturação da Colgate eliminará 12% de seus funcionários

A Colgate-Palmolive anunciou um plano de reestruturação para os próximos quatro anos, que custará até US$ 650 milhões para o grupo, e eliminará 12% de seu quadro de funcionários. Um dos objetivos do programa, segundo a Colgate, é elevar o lucro por meio da geração de poupança. Um dos caminhos seria o fechamento de um terço de suas 78 fábricas pelo mundo. Além disso, alguns serviços de apoio, como compras, serão centralizados. A terceira parte do plano consiste na aceleração do processo de lançamento de novos produtos, particularmente em mercados como os do leste da Europa, Rússia, China e alguns mercados da América Latina e Ásia. O resultado líquido será o corte de 12% de seus funcionários, ou 4,440 mil, do total de 37 mil.No terceiro trimestre, a empresa já registrará despesas de US$ 45 milhões relativas as mudanças. Em 2005, as despesas com reestruturação deverão somar US$ 200 milhões, enquanto a poupança gerada pelas alterações deverá chegar a US$ 45 milhões. A Colgate disse que, excluindo as despesas, a empresa pretende atingir as estimativas de lucro por ação no quarto trimestre e em 2005. Analistas prevêem lucro de US$ 0,58 por ação no quarto trimestre e de US$ 2,61 por ação em 2005, segundo a Thomson First Call. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.