Refino de petróleo e metalurgia têm alta recorde no IPP

As atividades de refino de petróleo e produtos de álcool e de metalurgia registraram suas maiores variações de preços em janeiro de 2014. No âmbito do Índice de Preços ao Produtor (IPP), refino de petróleo subiu 4,51%, enquanto a metalurgia teve alta de 4,26%. A série histórica foi iniciada em janeiro de 2010.

IDIANA TOMAZELLI, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2014 | 10h09

Com esses resultados, refino de petróleo foi responsável por 0,50 ponto porcentual no IPP de janeiro - um terço do índice, que subiu 1,5% no mês passado. "Boa parte da variação dos produtos se explica pela trajetória ascendente dos preços do óleo combustível", informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já a metalurgia respondeu por 0,33 ponto porcentual.

Tudo o que sabemos sobre:
IPPIBGEjaneirometalurgia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.