Reforma na Grécia é bem-vinda, diz secretário dos EUA

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jacob Lew, saudou os esforços da Grécia em reformar sua economia e finanças públicas, mas alertou que o país ainda tem desafios adiante.

AE, Agencia Estado

21 de julho de 2013 | 12h21

Lew disse que o compromisso com a Europa segue no topo da agenda, enfatizando que o próprio caminho dos Estados Unidos para a recuperação econômica depende, em parte, dos esforços da Europa em resolver sua crise da dívida de mais de três anos. O secretário fez comentários antes do encontro com o primeiro-ministro da Grécia, em Atenas.

A crise, iniciada por preocupações sobre a sustentabilidade da dívida grega no final de 2009, tem dado sinais de estar retrocedendo nos últimos meses, mas deixou boa parte dos 17 países da zona do euro em recessão.

"Nós acompanharemos de perto o desenrolar da situação aqui, e sabemos que a Grécia tem passado por um período muito difícil de ajuste e reforma. Reconhecemos as decisões difíceis tomadas e sacrifícios compartilhados nos últimos anos, assim como os desafios que continuam", disse Lew em comunicado. "Claro que o caminho à frente é desafiador. A continuação da reforma será essencial para estabelecer a fundação para um crescimento sustentável", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
reformasGrécia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.