Bruno Peres/Lid. PSL
Bruno Peres/Lid. PSL

Reforma vai passar na CCJ com certeza, diz relator

Para o deputado Marcelo Freitas, do PSL, a proposta do governo terá votos suficientes para ser aprovada pela comissão que decide se o texto respeita ou não a Constituição

Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2019 | 17h47

BRASÍLIA - O relator da proposta da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, deputado Marcelo Freitas (PSL-MG), foi nesta quinta-feira, 4, ao Palácio do Planalto para tratar da articulação política com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. "Está tudo sob controle", afirmou a jornalistas ao chegar.

Ele voltou a afirmar que vai apresentar o relatório na próxima terça-feira, dia 9. Depois disso, destacou que "a ideia é fazer um diálogo institucional", de aproximação. Questionado se há votos suficientes para aprovar o texto, demonstrou otimismo. "Nós vamos passar na CCJ com certeza."

Freitas informou, ainda, que decidiu incluir no parecer alguns pontos que foram discutidos na CCJ, destacando a reunião de ontem com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o encontro de hoje com juristas.

"O relatório vai ser um pouco acrescentado para que a gente possa abordar todos os aspectos discutidos na comissão. Não vai ser algo tão longo, não. Na casa de 20 a 25 páginas", declarou.

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.