Região Norte terá o maior número de novos aeroportos

Pelo projeto voltado à melhoria da infraestrutura aeroportuária anunciado nesta quinta feita pelo governo, a região Norte terá o maior número de aeroportos construídos, 67, nos quais deverá ser investido R$ 1,7 bilhão. O Nordeste, por sua vez, ficará com o maior investimento em recursos, da ordem de R$ 2,1 bilhões, que serão empregados em 64 aeroportos. A Região Sudeste contará com 65 novos aeroportos regionais, nos quais será empregado R$ 1,6 bilhão.

RICARDO BRITO E JOÃO VILLAVERDE, Agencia Estado

20 de dezembro de 2012 | 11h41

Em São Paulo, serão construídos 19 aeroportos regionais. A Região Sul contará com 43 aeroportos, com investimento de R$ 1 bilhão, e o Centro-Oeste é onde estará o menor número de novos aeroportos e também de recursos; serão 61 novos locais, com investimento de R$ 900 mil.

Segundo o ministro de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, a preferência é por voos diretos entre os novos aeroportos ou deles para as capitais. "Esse setor é cada vez mais fundamental para a competitividade", disse Bittencourt. Para agilizar o processo, será firmada uma parceria com o Banco do Brasil para viabilizar a realização dos projetos. A expectativa é que todos estejam prontos ao final de 2013.

O modelo da aviação regional, segundo o ministro, será dividido em aeroportos pequenos, médios e grandes. Ele disse ainda que esse programa de implantação e construção da aviação regional será de responsabilidade do governo federal, o que liberará Estados e municípios para cuidar de outros investimentos correlatos ao setor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.