bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Região que inclui o Brasil é única onde empresa lucrou

A região denominada pela General Motors de Laam (que envolve América Latina, África e Oriente Médio) foi a única a obter lucro no ano passado, de US$ 1,3 bilhão, empatando com o resultado recorde de 2007. O Brasil responde por 42% das vendas do bloco, que somaram 1,3 milhão de veículos em 2008. O faturamento também foi recorde, atingindo US$ 20,3 bilhões.O balanço não foi melhor porque a crise financeira internacional, que secou o crédito no último trimestre de 2008, também teve reflexos na região, que no período apresentou prejuízo de US$ 181 milhões (ou de US$ 154 milhões antes dos impostos), quebrando uma sequência de 19 trimestres de ganhos desde 2004.A GM informou em seu relatório que os resultados do trimestre na Laam foram impactados pelo baixo volume da indústria no Brasil, Venezuela e outros mercados importantes para o grupo, além da taxa de câmbio desfavorável.A América do Norte perdeu US$ 14,1 bilhões em 2008, sendo US$ 3,5 bilhões no período outubro-dezembro. Na Europa, o prejuízo foi de US$ 2,8 bilhões, dos quais US$ 1,9 bilhão no último trimestre. Já na Ásia/Pacífico o prejuízo nos últimos três meses somou US$ 917 milhões, levando a região a um resultado negativo de US$ 800 milhões no ano.Na semana passada, o presidente da GM do Brasil, Jaime Ardila, declarou que a subsidiária vai manter este ano sua política de enviar dividendos à matriz, o que deve ocorrer no segundo semestre. Será o terceiro ano seguido de remessas, mas ele não divulga valores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.