Regiões Norte e Nordeste no alvo do grupo

Os recentes movimentos de expansão do grupo Ultra têm privilegiado as regiões Norte e Nordeste. A expansão da divisão Ipiranga, que responde por quase 90% do faturamento da companhia, está voltada para essas regiões, além do Centro-Oeste, uma vez que a penetração da companhia no Sul e Sudeste já está consolidada.

MÔNICA SCARAMUZZO , O Estado de S.Paulo

12 Dezembro 2014 | 02h05

Quando anunciou a aquisição da Extrafarma, no Pará, o grupo se debruçou mais de um ano para entender esse novo negócio, disse Thilo Mannhardt, presidente do Ultra. O planejamento desse segmento no médio prazo, até pelo menos 2018, será concentrado nessas regiões, onde o consumo tem crescido acima da média das outras regiões do País.

O cenário de desaceleração econômica traçado para 2015 não intimida o grupo. "Nosso plano de investimento não depende da expectativa do movimento de 2015. Enxergamos oportunidades nos em nossos negócios. Divisões como varejo (combustível e farmacêutico) não dependem do PIB", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.