Regras da poupança ficam inalteradas neste ano

O diretor de Normas do Banco Central (BC), Sérgio Darcy, afirmou há pouco que o governo desistiu de encaminhar, ainda este ano, o estudo que estava sendo feito sobre mudanças na forma de remuneração da caderneta de poupança. Segundo o diretor, não há mais "tempo hábil" para discutir um tema tão "complexo" no Congresso este ano. "Achamos que o debate deve continuar mas isso vai depender do interesse do próximo governo", disse. Darcy frisou que o governo não conseguiu concluir o estudo a tempo de encaminhá-lo ao Congresso Nacional ainda este ano. Ele lembrou que a discussão sobre possíveis mudanças na caderneta de poupança serão fundamentais para o desenvolvimento de uma nova política habitacional no País. Isso porque a caderneta de poupança é a principal fonte de recursos para o setor habitacional. O estudo sobre essas mudanças na forma de remuneração da caderneta já vinha sendo feito pelo governo há algum tempo. A expectativa inicial do governo era encaminhar o estudo antes do recesso dos parlamentares no final do primeiro semestre deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.