Regulador italiano proíbe vende a descoberto com papel do Monte Paschi

A venda a descoberto das ações do Banca Monte dei Paschi foi temporariamente proibida, disse o regulador do mercado italiano, o Consob, depois que o papel caiu mais de 8 por cento com expectativas de que o banco pode ampliar o tamanho de uma planejada emissão de ações.

Reuters

15 de abril de 2014 | 12h00

O Consob disse nesta terça-feira que a proibição vai durar até o final do pregão de quarta-feira.

O banco, que atualmente planeja uma emissão de ações de 3 bilhões de euros (4,14 bilhões de dólares), disse em um comunicado no começo desta terça-feira que está avaliando o tamanho do montante que precisará para pagar 4,1 bilhões de euros em ajuda estatal já neste ano.

(Por Francesca Landini)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBANCAPASCHIREGULADOR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.