Reguladores aprovam fusão entre Glencore e Xstrata

Aprovação se deu após Xstrata ter elevado sua oferta inicial para vender ativos a fim de reduzir as preocupações sobre concorrência no mercado de zinco  

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

22 de novembro de 2012 | 14h42

LONDRES - A negociadora de commodities suíça Glencore International ganhou aprovação regulatória da União Europeia para sua fusão multibilionária com a Xstrata, após ter elevado sua oferta inicial para vender ativos a fim de reduzir as preocupações sobre concorrência no mercado de zinco.

Para clarear o acordo, a Glencore fechou um acordo para cancelar seu contrato com a Nyrstar, a maior produtora de metal de zinco do mundo, e está desistindo de uma participação minoritária de 7,8% na companhia. A aprovação regulatória, que ocorre depois de uma reta final de negociações difíceis, significa que a Glencore evitou uma prolongada análise do negócio e não precisará abrir mão de uma de suas fundições para conquistar a autorização.

"A solução proposta garante que a concorrência no mercado europeu de zinco está preservada, para que os clientes europeus, como galvanizadores de aço e fabricantes de automóveis, possam continuar a produzir bens de consumo valiosos a preços baixos e de boa qualidade", afirmou o comissário da concorrência da UE, Joaquín Almunia, em um comunicado.

Como parte do acordo, a comerciante de commodities suíça concordou em não se envolver, por dez anos, em quaisquer outras práticas que tenham o efeito de restringir substancialmente a capacidade, ou incentivo, da Nyrstar para competir efetivamente com a Glencore no mercado de zinco na Europa. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Xstrataglenncore

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.