Reguladores da UE suspenderão investigação a bancos--fonte

Reguladores da União Europeia devem suspender indefinidamente uma investigação antitruste a respeito de contratos de credit default swaps (CDS) oferecidos pela clearing house ICE Clear Europe a nove bancos, devido a falta de evidências, disse uma fonte da Comissão Europeia, nesta quarta-feira.

FOO YUN CHEE, Reuters

26 de setembro de 2012 | 20h49

A decisão do regulador da UE também levou em conta a entrada da clearinghouse LCH.Clearnet no mercado de credit default swaps de 28 trilhões de dólares, disse a fonte.

A LCH.Clearnet, que deve ser adquirida pela Bolsa de Valores de Londres, expandiu-se em direção a credit default swaps europeus em maio, que protegem o comprador contra a inadimplência de dívidas que ele detêm baseado nos principais índices europeus.

A Comissão abriu uma investigação em abril do ano passado, temendo que os acordos de tarifa preferencial da ICE Clear Europe pudessem ter prendido os bancos ao sistema ICE e prejudicado rivais. A ICE Clear Europe é controlada pela operadora de bolsa InterContinentalExchange.

O órgão executivo da UE disse que os bancos eram Bank of America, Barclays, Citigroup, Credit Suisse, Deutsche Bank, Goldman Sachs, JPMorgan Chase, Morgan Stanley e UBS.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSUEREGULADORESLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.