coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Reino Unido deve avançar com reformas, diz Rehn

O Reino Unido tem de avançar com os esforços para melhorar a sua competitividade econômica e suas finanças públicas, afirmou o comissário da União Europeia para Assuntos Econômicos, Olli Rehn, nesta quinta-feira.

AE, Agencia Estado

11 de abril de 2013 | 05h57

Rehn disse à BBC Radio que o Reino Unido enfrenta o duplo desafio de restaurar a sua competitividade no cenário mundial e levar suas finanças públicas de volta a uma situação sustentável.

"Em ambas as questões, relativas à competitividade e às finanças públicas, é importante manter a ação política decisiva", disse Rehn.

"É importante que cada Estado membro da União Europeia, para o bem de suas próprias finanças públicas e para o bem do bem-estar das próprias pessoas da nação, garanta que ele pode assegurar a sustentabilidade fiscal."

Rehn acrescentou que não é a favor de "ritmo excessivo" nos esforços governamentais para conter os déficits orçamentários.

"Em vez disso, eu acredito que uma vez que você tem uma boa e sólida estratégia de médio prazo de consolidação fiscal, com metas claras e parâmetros claros e credibilidade para fazê-lo, então você pode ter um ritmo um pouco mais lento de consolidação fiscal", disse ele. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
REINO UNIDOREFORMAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.