Reino Unido pode sair de acordo com EUA se sair da UE

A administração de Barack Obama alertou autoridades britânicas que, se o Reino Unido deixar a União Europeia, o país do primeiro-ministro David Cameron será retirado de uma parceria comercial e de investimentos entre EUA e UE, cujo valor potencial é de centenas de bilhões de libras por ano. Além disso, é improvável que Washington, em seguida, faça um acordo separado com o Reino Unido, informou o The Guardian.

Agencia Estado

28 de maio de 2013 | 08h52

O alerta surge após a visita de David Cameron a Washington, que teve como um dos objetivos principais promover a Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês) com Barack Obama. Segundo o primeiro-ministro, a parceria poderia trazer 10 bilhões de libras por ano só para o Reino Unido, afirmou o jornal. As informações são da Market News International.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoUEacordo comercial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.