Reino Unido vai aumentar imposto bancário para levantar US$ 1,28 bilhão

Segundo o ministro de Finanças, soma extra vai ajudar o governo a lidar com seu déficit orçamentário 

Danielle Chaves, da Agência Estado,

08 de fevereiro de 2011 | 09h14

O ministro de Finanças do Reino Unido, George Osborne, informou que o governo vai elevar o imposto bancário para aumentar a receita com a taxa em 800 milhões de libras (US$ 1,28 bilhão) adicionais, para 2,5 bilhões de libras, neste ano.

"Nós vamos obter a fatia justa para o contribuinte", disse Osborne à rádio BBC. "Essa é uma soma substancial de dinheiro que vai ajudar o governo e ajudar o Reino Unido a lidar com seu déficit orçamentário", acrescentou.

Em um comunicado, o Tesouro britânico disse que o governo tinha planejado uma tarifa reduzida de 0,05% para este ano, em razão das condições incertas do mercado. No entanto, o governo já não considera que isso seja necessário. Como resultado, a partir de 1º de março, a tarifa do imposto será de 0,1% durante dois meses, para compensar a tarifa reduzida cobrada em janeiro e fevereiro. Depois ela passará para 0,075%.

O governo retende levantar 2,5 bilhões de libras com o imposto bancário neste ano e no próximo, aumentando o valor para 2,6 bilhões de libras em 2013 e 2014, segundo o Tesouro.

"Estou absolutamente focado nesses dois pontos: um é fazer os bancos pagarem uma fatia justa em impostos e ter certeza de que eles estão contribuindo para a recuperação econômica; o segundo é que eles façam empréstimos para empresas. Isso é uma prioridade absoluta porque é como nós vamos fazer essa economia girar", disse Osborne. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.