Clayton de Souza/ Estadão
Clayton de Souza/ Estadão

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Relatório Focus amplia projeção de alta do PIB de 2019 para 1,17%

Há quatro semanas, expectativa era que economia avançasse 0,99% no ano; puxada pela alta da carne, perspectiva de alta de inflação subiu para 4,17%

Eduardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

30 de dezembro de 2019 | 11h10

BRASÍLIA – A expectativa de crescimento da economia em 2019 foi de 1,16% para 1,17%, conforme o Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 30, pelo Banco Central (BC). Há quatro semanas, a estimativa de alta era de 0,99%. Para 2020, o mercado financeiro alterou a previsão de alta do Produto Interno Bruto (PIB), de 2,28% para 2,30%. Há um mês, a expectativa era de 2,22%.

Na semana passada, o BC atualizou, por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), sua projeção para o PIB em 2019, de alta de 0,9% para elevação de 1,2%. No caso de 2020, a projeção passou de 1,8% para 2,2%.

No Focus desta segunda-feira, a projeção para a produção industrial de 2019 foi de baixa de 0,72% para recuo de 0,73%. Há um mês, estava em baixa de 0,70%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial passou de 2,02% para alta de 2,19%, ante avanço de 2,20% de quatro semanas antes.

A pesquisa Focus mostrou ainda que a projeção para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB para 2019 passou de 56,10% para 56,20%. Há um mês, estava em 56,70%. Para 2020, a expectativa foi de 57,90% para 58,00%, ante 58,30% de um mês atrás.

Inflação

A projeção média para o IPCA de 2019, atualizada com base nos últimos 5 dias úteis, foi de 4,15% para 4,17%, conforme o Focus. Houve 60 respostas para esta projeção no período. Há um mês, o porcentual calculado estava em 3,61%. No caso de 2020, a projeção do IPCA dos últimos dias dias úteis foi de 3,59% para 3,6%.

No início de dezembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o IPCA subiu 0,51% em novembro. No ano, a taxa acumulada é de 3,12% e, em 12 meses até novembro, de 3,27%.

Também em dezembro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC atualizou suas projeções para a inflação. Considerando o cenário de mercado, a projeção para o IPCA em 2019 está em 4,0%. No caso de 2020, está em 3,5% e, para 2021, em 3,4%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.