Dario Oliveira/ Estadão
Dario Oliveira/ Estadão

Remessa de lucros e dividendos é de US$ 2,929 bilhões em junho

No acumulado do primeiro semestre, a saída líquida de recursos via remessa de lucros e dividendos alcançou US$ 11,401 bilhões

Fabrício de Castro, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2019 | 11h08

BRASÍLIA - A remessa de lucros e dividendos de companhias instaladas no Brasil para suas matrizes foi de US$ 2,929 bilhões em junho, informou nesta quinta-feira, 25, o Banco Central. A saída líquida representa um volume superior aos US$ 1,348 bilhão que foram enviados em igual mês do ano passado, já descontados os ingressos. 

No acumulado do primeiro semestre, a saída líquida de recursos via remessa de lucros e dividendos alcançou US$ 11,401 bilhões. A expectativa do BC é de que a remessa de lucros e dividendos de 2019 some US$ 17,5 bilhões.

O BC informou também que as despesas com juros externos somaram US$ 1,205 bilhão em junho, ante US$ 1,212 bilhão em igual mês do ano passado. No acumulado do primeiro semestre, essas despesas alcançaram US$ 9,634 bilhões. Para este ano, o BC projeta pagamento de juros no valor de US$ 19,4 bilhões. 

Tudo o que sabemos sobre:
banco [sistema financeiro]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.