Renault anuncia recall para Kangoo

A Renault está convocando os donos de 264.377 unidades do utilitário Kangoo para troca dos mecanismos de controle dos cintos de segurança e airbags. A empresa vai substituir um circuito eletrônico que pode desligar ao acaso o dispositivo de trava dos cintos de segurança e os aibags dos veículos.O fornecedor do equipamento é a empresa sueca Autoliv, que deverá arcar com os custos de cerca de US$ 66 milhões do recall. A medida inclui veículos fabricados entre 23 de dezembro de 98 e 26 de maio de 2000.Até agora, 60 clientes relataram problemas.A Renault brasileira disse que os veículos Kangoo vendidos no País (e fabricados na Argentina) também serão alvo de recall. A montadora informou que a operação será comunicada oficialmente à Secretaria de Direito Econômico. O recall vai incluir todos os 3.481 Kangoos vendidos no Brasil, cujos proprietários deverão ser avisados. A Renault informou que não tem registro de nenhuma ocorrência de problemas com o airbag no País.ChryslerA DaimlerChrysler anunciou ontem que vai fazer o recall de 769 mil minivans das marcas Dodge, Chrysler e Plymouth fabricadas em 93 e 94. Os carros vão receber um reforço nos volantes. A empresa disse que recebeu 70 reclamações de defeitos nos modelos Dodge Caravan e Grand Caravan, Plymouth Voyager e Grand Voyager e nas minivans Town and Country da Chrysler. Não há registro de acidentes provocados pela falha. Dos veículos envolvidos, 679 mil circulam nos Estados Unidos, 72 mil no Canadá e 18 mil em outros países.

Agencia Estado,

01 de dezembro de 2000 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.