Renault lançará nova versão do Logan no Brasil

A Renault confirma que escolheu o Brasil para lançar sua nova versão do Logan no final do ano, antes mesmo que o veículo ganhe o mercado europeu. A informação foi confirmada nesta terça-feira, 6, pela empresa durante o Salão de Automóveis de Genebra, um dos maiores da Europa. O Logan é o primeiro carro de baixo custo da montadora francesa e, segundo a Renault, outras empresas como Fiat e Toyota deverão seguir esse modelo nos próximos anos para conquistar um mercado de pessoas que não estão dispostas a pagar muito por um carro ou em países emergentes. O Logan começou a ser fabricado originalmente na Romênia em colaboração com a montadora local Dacia. O carro foi projetado para ser vendido em mercados como Irã, Índia, Colômbia, Rússia e o próprio Brasil. Mas acabou também tendo sucesso na Europa Ocidental e passou a ser vendido nos países ricos. Na Europa, o Logan chega a ser vendido por 4,7 mil euros, ainda que venha sem direção hidráulica, ar condicionado ou rádio. Diante do sucesso, a montadora decidiu lançar novas versões do veículo. Segundo porta-vozes da empresa, a decisão de lançar o novo modelo no País, foi do próprio presidente Carlos Ghosn, libanês nascido no Brasil. O mercado brasileiro é visto como "promissor" para esse modelo. A aposta da Renault no Logan também é baseada nas vendas. O modelo começa a dar lucros à empresa, que pretende vender 1 milhão de unidades até 2010. Dos 26 carros que a montadora lançará até 2009, seis deles serão de baixo custo. Em 2006, a Renault vendeu 248 mil veículos do modelo Logan e conta com a capacidade de produzir até 900 mil unidades em suas fábricas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.