R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Renault reconvoca 500 empregados na fábrica do Paraná

Montadora foi beneficiada por redução do IPI e teve aumento de vendas nos primeiros meses do ano

Beth Moreira, da Agência Estado,

24 de março de 2009 | 12h31

O aumento das vendas em janeiro, fevereiro e março por conta da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na venda de carros novos levou a Renault a decidir pelo retorno de 500 funcionários ao trabalho nesta semana na unidade de São José dos Pinhais, no Paraná.

 

Veja também:

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise  

 

A volta ocorre após eles terem ficado quase três meses afastados em licença remunerada. A situação de outros 500 funcionários da unidade, que têm licença remunerada até maio, ainda não foi definida pela empresa.

 

Segundo a montadora, os funcionários que estão voltando trabalharão em um segundo "meio turno", elevando a cadência de produção dos atuais 350 carros por dia para 500 veículos por dia. Na unidade de São José dos Pinhais são produzidos o Scénic, Mégane, Mégane GrandTour, Logan, Sandero e Sandero Stepway.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.