Renda dos pobres teve queda maior que a dos mais ricos

A pesquisa da OCDE mostra que ricos e pobres perderam renda durante a crise financeira. O fenômeno, porém, castigou mais os mais pobres. Enquanto o rendimento médio dos 10% mais ricos caiu a um ritmo médio anual de 0,78% entre 2007 e 2011, a velocidade de perda da renda dos 10% mais pobres foi o dobro: 1,61% por ano.

O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2014 | 02h02

"Famílias de baixa renda perderam mais durante a crise ou se beneficiaram menos da recuperação. Nos 33 países onde há dados disponíveis, os 10% mais ricos tiveram resultado melhor que os 10% mais pobres em 19 países", aponta o estudo divulgado pela OCDE. "Na Espanha, a renda dos 10% mais pobres diminuiu mais que a dos 10% mais ricos em todos os anos exceto 2010. Além disso, em 2009 a renda dos mais ricos chegou a aumentar", diz a entidade.

Entre 2007 e 2011, a renda média dos 10% mais pobres da Espanha caiu a um ritmo anual de 12,9%. Já os 10% mais ricos amargaram queda bem menor da renda: 1,4% por ano.

Para efeito de comparação, a renda dos 10% mais pobres permaneceu estável na Alemanha, houve ligeira alta de 0,2% no Reino Unido e queda de 1,3% nos EUA no mesmo período. No grupo dos mais ricos, a renda média cresceu 0,8% por ano na Alemanha, aumentou 0,9% nos EUA e recuou 0,5% no Reino Unido./F.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.