R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Renda e gastos nos EUA sobem mais que o previsto

A renda dos norte-americanos cresceu 0,6% em abril, depois de alta de 0,4% em março, segundo o Departamento do Comércio. O consumo pessoal avançou 0,3% em abril, depois de crescer 0,5% em março. As duas variações superaram as previsões dos economistas. Pesquisa divulgada pela Dow Jones mostrou que economistas esperavam alta de 0,5% na renda e de 0,2% nos gastos. A aceleração na renda pessoal foi a maior desde novembro do ano passado, quando houve avanço de 0,6%. A renda pessoal disponível, após pagamento de impostos, subiu 0,5% em abril. A taxa de poupança pessoal, em termos percentuais sobre a renda disponível, subiu a 2,4% em abril, de 2,2% em março. Foi a maior alta desde agosto do ano passado, quando a taxa foi de 2,7%. O indicador de inflação presente no relatório ofereceu sinais divergentes. O índice de preços para gastos com consumo pessoal, excluindo alimentos e energia, subiu 0,1% em abril em relação à março, abaixo da taxa de 0,2% na comparação mensal do mês anterior. Na comparação com abril do ano passado, o índice subiu 1,4%, acima da aceleração de 1,3% em março. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.