carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Renda pessoal nos EUA fica inalterada em abril

A renda pessoal dos norte-americanos manteve-se estável em abril e os gastos caíram 0,1%, com as aquisições de grandes bens tendo superado o consumo de bens perecíveis, informou o Departamento do Comércio. Em março, foi registrado crescimento de 0,4% na renda e os gastos com consumo subiram 0,8%, maior elevação desde fevereiro de 2002. Os dado sobre a renda em abril ficou dentro do esperado, mas sobre gastos contrariou as expectativas. Segundo pesquisa realizada pela Dow Jones com 20 economistas, previa-se alta de 0,1% nos gastos em abril. Os gastos com bens duráveis (de durabilidade superior a três anos) cresceram 1,2% em abril, de alta de 2,9% em março. Os gastos com bens não-duráveis caíram 1,4% em abril, depois de subir 1% em março. O relatório mostrou que a renda pessoal disponível, ou renda após pagamento dos impostos, subiu 0,1% em abril, após alta de 0,4% em março. A taxa de poupança avançou para 3,7% em abril, de 3,5% em março. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

30 de maio de 2003 | 10h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.