Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Renda pessoal sobe 0,2% em agosto nos EUA

A renda pessoal nos Estados Unidos aumentou 0,2% em agosto ante julho, enquanto os gastos pessoais avançaram 1,3%, informou o Departamento de Comércio. A alta dos gastos em agosto superou a previsão de economistas, de avanço de 1,1%. A previsão para a renda era de alta de 0,1%. Segundo o departamento, as vendas de volta às aulas ajudaram a impulsionaram os gastos, bem como o programa "Dinheiro por Sucata", que permitia que motoristas trocassem carros antigos por modelos mais novos. O programa terminou em agosto.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

01 de outubro de 2009 | 10h06

Os preços de gasolina subiram em agosto, o que ajudou a impulsionar os gastos pessoais como um todo. Ajustados pela inflação, os gastos em agosto cresceram 0,9%. Os dados de renda pessoal em julho foram revisados para alta de 0,2%, ante estabilidade. O de gastos foi revisado para aumento de 0,3%, de avanço de 0,2%. A poupança pessoal como porcentual da renda disponível foi de 3% em agosto, abaixo da taxa de 4% em julho. Embora a taxa seja positiva, ela caiu três vezes seguidas desde maio, quando estava em 5,9%.

Já o índice de preços dos gastos com consumo nos EUA (PCE, na sigla em inglês) subiu 0,3% em agosto ante julho e recuou 0,5% em relação a agosto do ano passado, informou o Departamento de Comércio. Em julho, o PCE havia ficado estável ante junho e caído 0,8% em base anual. O núcleo do PCE, que exclui alimentos e energia e é bastante acompanhado pelo Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano), subiu 0,1% em agosto ante julho e avançou 1,3% na comparação com agosto do ano passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAconsumorenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.