Renda pessoal sobe 0,5% em março nos EUA

A renda pessoal dos norte-americanos subiu 0,5% em março ante fevereiro, enquanto os gastos com consumo aumentaram 0,6%, informou hoje o Departamento de Comércio dos Estados Unidos. Economistas esperavam que a renda crescesse 0,3% em março e que os gastos aumentassem 0,5% no período. Os dados de fevereiro foram revisados para mostrar alta de 0,4% na renda e de 0,9% nos gastos, na comparação com o registrado em janeiro.

DANIELLE CHAVES E CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

29 de abril de 2011 | 10h14

Com os ajustes pela inflação, os gastos dos norte-americanos com consumo aumentaram apenas 0,2% em março, menos que o ganho de 0,5% em fevereiro. A taxa de poupança dos norte-americanos ficou estável em 5,5% em março.

Preços

O índice de preços dos gastos com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) subiu 1,8% em março nos Estados Unidos, na comparação com o mesmo mês do ano passado, depois de avançar 1,6% em fevereiro. O núcleo do índice, por sua vez, subiu 0,9% em bases anuais, pelo segundo mês seguido.

Na comparação com fevereiro, o índice cheio subiu 0,4% em março, enquanto o núcleo avançou 0,1%. A previsão dos economistas para o crescimento mensal do núcleo do PCE era de 0,1%. O núcleo do índice PCE é o índice favorito do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para acompanhar a tendência dos preços no país. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.