Rendimento do milho em Dakota do Sul tem mínima de 19 anos--tour

A pior seca dos Estados Unidos em meio século deixará os produtores de Dakota do Sul com a menor produtividade do milho em 19 anos, com muitos desistindo de colher a safra de grãos devido aos baixos rendimentos, de acordo com o tour da safra Pro Farmer.

Reuters

21 de agosto de 2012 | 10h03

A tour, que começou com um número recorde de participantes na segunda-feira, projetou a produtividade do milho de Dakota do Sul em 74,3 bushels por acre, em forte queda em relação à média de três anos do tour, de 143,9 bushels.

A produtividade é a menor desde 1993, de acordo com dados do Departamento de Agricultura norte-americano (USDA), que projetou o rendimento de Dakota do Sul em 98 bushels no início deste mês.

É uma "seca paralisante para o Estado de Dakota do Sul", disse o editor da Pro Farmer, Chip Flory.

A tour, que não estima a produtividade da soja, projetou o número médio de vagens de soja em uma área de um metro em 584,9 vagens, abaixo da média de três anos da tour, de 1.116,9 vagens, de acordo com dados da Pro Farmer.

Inspetores da parte ocidental da tour se espalharam a partir de Sioux Falls, Dakota do Sul, na manhã de segunda-feira, e verificaram 45 campos de milho e 42 de soja no Estado, antes de se aventurarem em Nebraska. Eles se encontraram em Grand Island, Nebraska, para comparar as anotações.

Os futuros dos grãos negociados na bolsa de Chicago reagiaram às notícias e operavam em alta nesta terça-feira.

(Reportagem de Tom Polansek)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSTOUREUA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.