Renner perto de comprar a Leader

A varejista Renner anunciou ontem que negocia a compra da rede fluminense Leader Magazine, especializada em cama, mesa, banho e vestuário. O negócio está sujeito à análise dos dados financeiros da empresa, a chamada "due diligence", que pode durar até 120 dias. O valor do negócio não foi divulgado. Analistas e fontes do mercado estimam que a rede saia por cerca de R$ 700 milhões. "Não vamos incorporar a Leader. Queremos manter as duas marcas independentes", afirma José Galló, presidente da Renner.Embora seja uma grife forte no Rio de Janeiro - Estado onde estão 30 das suas 38 lojas -, o objetivo da aquisição não é de ordem geográfica. Segundo Galló, a compra dará à Renner uma oportunidade de vender para o público das classes C e D. "É onde estão acontecendo as coisas hoje. E a Renner não vende para esse público", diz Galló.A Leader foi disputada palmo a palmo pela Renner e pelo fundo de private equity (que compra participações em empresas) Advent, que é dono, entre outros negócios, da rede de restaurantes Viena. As negociações começaram em novembro do ano passado. "A Renner chegou com uma boa proposta e acabou levando", diz uma fonte do mercado. "A Leader é uma empresa lucrativa e com uma operação de cartões muito bem administrada. Suas lojas têm uma localização muito valiosa." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.