Rentabilidade da poupança cai pelo 4º ano consecutivo

Remuneração no investimento é o pior da história e rende apenas 4,81% ao ano

Agência Estado,

16 de setembro de 2009 | 14h21

As cadernetas de poupança acumularam entre janeiro e agosto deste ano uma rentabilidade nominal de 4,81%, o que indica queda nessa variação pelo quarto ano consecutivo e a menor remuneração já registrada na história desse investimento, segundo levantamento feito pela Economática divulgado nesta quarta-feira, 16. Pelas regras atuais, os depósitos na poupança são remunerados em 6% ao ano mais a variação da Taxa Referencial (TR).

 

Veja também:

linkMantega diz que alíquota do IR nas poupanças será de 22,5%

linkProjeto para tributação valerá para poupanças novas e antigas

linkOrçamento não prevê imposto da poupança, diz Paulo Bernardo

linkGoverno estuda editar MP para tributar poupança

  

Mas se nominalmente a remuneração da caderneta de poupança é a menor da história, descontada a inflação medida pelo IPCA a rentabilidade nos oito primeiros meses de 2009 é a quarta maior no período de dez anos. O ganho real entre janeiro e agosto ficou em 1,79%, ante 0,40% de igual período de 2008. Desde 2000, o ganho real auferido neste ano só fica abaixo dos registrados de 2005 a 2007, que foram de, respectivamente, 2,42%, 3,76% e 2,48% de janeiro a agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.