Rentabilidade turbinada
Conteúdo Patrocinado

Rentabilidade turbinada

Opções arriscadas de investimento podem trazer ganhos bem acima da média

Estadão Blue Studio, O Estado de S.Paulo
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

27 de junho de 2021 | 08h00

Muitos investidores brasileiros deixaram apenas de ser curiosos com as criptomoedas e os fundos imobiliários e passaram a realmente aplicar os recursos nesses representantes do chamado grupo dos investimentos alternativos. Como em qualquer escolha feita dentro do mercado financeiro, esses investimentos estão sujeitos a tendências relativamente conhecidas de risco e retorno. Por apresentarem alta volatilidade e muitas vezes baixa liquidez, muitos estão ganhando retornos interessantes com as moedas virtuais, por exemplo, apesar do grande risco que elas carregam.

Como também é unanimidade entre os assessores financeiros de pessoas físicas, conhecer bem onde está sendo aplicado o dinheiro e praticar sempre a diversificação da carteira é um mantra que não pode ser esquecidos. E há aquele também de que o dinheiro da reserva de emergência, valor que cobre pelo menos seis meses das despesas mensais do investidor e de seus dependentes, não deve sair da renda fixa.

Os chamados investimentos alternativos, que devem continuar interessantes em um cenário macroeconômico no qual os juros não têm a possibilidade de voltar aos dois dígitos apesar das ações recentes do Banco Central para conter a inflação, não devem ocupar muito da carteira dos investidores, segundo os analistas. Mesmo assim, conhecer em detalhes essas opções pode ser um passo importante para fazer o dinheiro trabalhar, e muito, a seu favor.

Leia também

Juros em um dígito estimulam mudança

Bolsa muito volátil fez abrir uma ‘terceira via’ para os investidores mais ousados

Fundos alternativos se adaptam bem ao cenário de juros baixos

Imobiliários, infraestrutura e private equity têm baixa liquidez, mas maior possibilidade de ganho

Brasileiros se aventuram nas criptomoedas

Aplicações em produtos virtuais misturam recordes e volatilidade

Diversificação é também correr diferentes riscos

Escolher muitos caminhos pode ser ruim para os investimentos

Produtos temáticos dão novo estímulo aos ETFs

Necessidade de diversificação, vantagens tributárias e custos menores elevam a atratividade do produto que ganha espaço nas carteiras de investimento

 




 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.