coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Renunciam 2 diretores do BC argentino

A assessoria do Banco Central argentino confirmou hoje a renúncia dos diretores do BC Roberto Reyna e Amalia Martínez. Segundo a assessoria, o primeiro saiu por motivos de saúde e a segunda, por razões pessoais. Porém, segundo revelaram fontes da instituição à Agência Estado, os dois afastamentos se devem às diferenças em torno das propostas para o fim do "corralito".Segundo essas fontes, há uma crise entre o Ministério de Economia, o Banco Central e a Casa Rosada por conta disso. Planos novos para a saída do "corralito" têm sido propostos e rapidamente descartados, sem que se chegue a uma solução.Rumores sobre a saída dos dois diretores do BC já circulavam antes no mercado financeiro em Buenos Aires, porém não implicaram nervosismo, nem mudança de rumos dos negócios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.