coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Renunciam 2 diretores do BC argentino

A assessoria do Banco Central argentino confirmou hoje a renúncia dos diretores do BC Roberto Reyna e Amalia Martínez. Segundo a assessoria, o primeiro saiu por motivos de saúde e a segunda, por razões pessoais. Porém, segundo revelaram fontes da instituição à Agência Estado, os dois afastamentos se devem às diferenças em torno das propostas para o fim do "corralito".Segundo essas fontes, há uma crise entre o Ministério de Economia, o Banco Central e a Casa Rosada por conta disso. Planos novos para a saída do "corralito" têm sido propostos e rapidamente descartados, sem que se chegue a uma solução.Rumores sobre a saída dos dois diretores do BC já circulavam antes no mercado financeiro em Buenos Aires, porém não implicaram nervosismo, nem mudança de rumos dos negócios.

Agencia Estado,

16 de maio de 2002 | 17h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.