Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Represas do Sudeste devem atingir 27,6% este mês

A projeção do ONS, há uma semana, indicava que represas iriam atingir 27,7%

André Magnabosco, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2015 | 05h00

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou na sexta-feira que o nível de água armazenada nos reservatórios localizados na região Sudeste/Centro-Oeste deve chegar ao final do mês com 27,6% da capacidade. Uma semana antes, na primeira revisão de números para novembro, a projeção do ONS indicava 27,7%, acima dos 27,2% projetados inicialmente e dos 27,32% registrados na quinta-feira. O índice de chuvas projetado para o mês foi elevado de 96% para 98% da média histórica para meses de novembro.

No caso da região Nordeste, a situação continua a se deteriorar. A projeção de chuvas caiu de 25% para 18% da média histórica e, com isso, a previsão para o nível dos reservatórios no dia 30 de novembro foi revisada de 5,3% para 4,3%. Na quinta-feira, o indicador estava em 6,51%.

O ONS elevou a previsão de chuvas para a região Sul de 159% para 186% da média histórica em meses de novembro, com revisão de 96,3% para 97,5% no volume de água armazenada no dia 30 de novembro. No caso da região Norte, a previsão de chuvas foi rebaixada de 67% para 53%. A previsão para os reservatórios caiu de 23,9% para 22,4%. Na quinta-feira, os reservatórios na região Sul operavam com 97,22%, e na região Norte o número era de 21,83%.

Carga de energia. O Informe do Programa Mensal de Operação (IPMO) divulgado na sexta-feira também apresentou revisão na carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) em novembro. O número previsto inicialmente, de 64.782 megawatts (MW) médios, foi revisado para 65.940 MW médios.

Confirmada essa projeção, a carga teria queda de 0,8% em relação a novembro do ano passado. Na semana anterior, o número esperado era de -2,5%.

A projeção para a região Sudeste foi alterada de -3,1% para -1,1%. No caso da região Sul, o indicador foi alterado de -8,1% para -6,6%. A projeção para a região Nordeste foi elevada de 1,4% para 3,4%, acompanhada por uma expansão de 5,9% na região Norte, abaixo dos 6,1% previstos uma semana antes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.