Repsol YPF vai manter investimentos no Brasil

O presidente da Repsol YPF, João Carlos de Luca, disse que a empresa vai manter seus investimentos previstos para o Brasil este ano, de US$ 120 milhões, independente de quaisquer fatores econômicos ou políticos. Segundo o presidente da YPF, a situação da empresa de origem espanhola na Argentina já está "contornada". O endividamento da empresa na Argentina que era de 16 bilhões de euros em março, foi reduzido para 10 bilhões de euros no balanço divulgado em 30 de junho. "A valorização do euro unido a um programa de ajustes internos da empresa na Argentina permitiram esta redução do endividamento", avaliou. No programa de ajustes está contabilizada a redução na participação da Gas Natural, dos anteriores 48% para 24%. Os investimentos para o Brasil, disse De Luca, serão na ampliação da rede de postos instalada no país e ainda na ampliação da capacidade de refino da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Porto Alegre (RS), na qual possui 30%. Os investimentos na Refap serão de US$ 650 milhões nos próximos dois anos para ampliar a capacidade de 120 mil barris de petróleo por dia para 180 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.