Republicano Boehner mostra otimismo que crise fiscal dos EUA será evitada

O presidente da Câmara dos Estados Unidos, John Boehner, mostrou otimismo de que os republicanos podem alcançar um acordo com a Casa Branca para evitar medidas de austeridade no final do ano, afirmando nesta quarta-feira que os republicanos estão dispostos a colocar receitas na mesa se os democratas concordarem com cortes de gastos.

Reuters

28 de novembro de 2012 | 14h05

"Estou otimista de que poderemos continuar trabalhando juntos para impedir essa crise o quanto antes", disse o republicano de Ohio a repórteres. "Nós (republicanos) colocaremos a receita na mesa desde que isso seja acompanhado por sérios cortes de gastos para evitar essa crise."

Os aumentos tributários e cortes de gastos no valor e 600 bilhões de dólares entrarão em vigor no início do próximo ano se a administração do presidente Barack Obama e legisladores não chegarem a um acordo sobre como mudar a lei.

Autoridades afirmam que essas medidas de austeridade pode levar a economia dos EUA de volta à recessão.

(Reportagem de Richard Cowan)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBOEHNEROTIMISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.