carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Requerimento é lido e Senado cria CPI da Petrobras

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) leu na manhã de hoje, em plenário, o requerimento para a criação e a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras. A CPI tem como meta investigar a mudança contábil que levou a Petrobras a pagar menos impostos. Com a leitura, a instalação da CPI depende agora da manutenção das assinaturas no requerimento e da publicação no Diário do Senado para que os líderes façam as indicações dos integrantes.

EUGÊNIA LOPES, Agencia Estado

15 de maio de 2009 | 10h14

A sessão foi aberta pelo senador Marconi Perillo (PSDB-GO) e contou com a presença dos senadores tucanos Arthur Virgílio (AM), Sergio Guerra (PE) e Tasso Jereissati (CE), que ontem tentaram derrubar o acordo feito pelo colégio de líderes, de suspender a instalação da CPI até o depoimento do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, em sessão conjunta de comissões.

Os senadores Mão Santa (PMDB-PI) e Heráclito Fortes (DEM-PI), que se revezaram na presidência da Mesa, se recusaram a ler o requerimento de instalação da CPI ontem à noite. Houve bate-boca e a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) foi chamada às pressas e fechou a sessão abruptamente.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da PetrobrasSenadorequerimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.