coluna

Louise Barsi: O Jeito Waze de investir - está na hora de recalcular a sua rota

Requião critica medidas e ironiza equipe econômica

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) teceu uma série de críticas às medidas anunciadas ontem pela equipe econômica. Em entrevista à Agência Estado, ele disse que o Brasil caminha para a "argentinização" com o aumento do desemprego e da recessão. Na opinião do senador, as medidas são "paliativas e têm efeito de, no máximo, 60 dias". Sem poupar críticas, fez ironias com o presidente Fernando Henrique Cardoso, com o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e com o presidente do Banco Central, Armínio Fraga. "O Fernando Henrique e o Malan ainda vão ganhar o título de cidadão honorário de Wall Street, enquanto o Armínio Fraga já decidiu que é americano mesmo e trabalha para George Soros (megainvestidor norte-americano)?. O senador admitiu que não havia outra alternativa senão as anunciadas ontem, pela equipe econômica e condenou repetidas vezes a atitude do governo que tem negado que a que a economia nacional estaria sendo contaminada pela crise argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.