Requião vai à Justiça contra leilão de exploração de petróleo

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (TSF) contra a realização da sexta rodada de licitações de áreas para exploração de petróleo e gás da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O governador alega que as áreas são patrimônio público não renovável, que seriam entregues às multinacionais.Para ele, o Brasil corre o risco de ficar sem reservas de petróleo justamente na época em que o óleo está se esgotando em todas as outras regiões no mundo. A ANP informou que ainda não foi comunicada oficialmente sobre a ação. O leilão da ANP está marcado para as próximas segunda e terça-feiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.