Reservas brasileiras fecham 2004 com saldo de US$ 52,93 bi

O Banco Central aumentou as compras de dólares no mercado de câmbio nos últimos dias de dezembro e conseguiu que as reservas internacionais brasileiras fechassem 2004 com um saldo de US$ 52,93 bilhões. Ao longo de dezembro, as reservas subiram US$ 2,75 bilhões.Pelo menos US$ 2,44 bilhões desse montante, são referentes a compra de dólares no mercado à vista para aumentar as reservas. Esse valor foi informado, na semana passada, pelo diretor de Política Econômica do BC, Afonso Bevilaqua, e corresponde a compras efetuadas até o dia 27 de dezembro. O total das aquisições de dólares no último mês do ano ainda não foi divulgado pelo BC. No início de dezembro, o BC resolveu voltar a comprar dólares quando o real teve uma acentuada valorização e cresceram os pedidos de intervenção no mercado de câmbio. A queda na cotação do dólar faz com que as exportações brasileiras se tornem menos competitivas.Os diretores do BC têm insistido, porém, que as compras de dólares não representam uma intervenção no câmbio para segurar a queda do dólar. Também o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, vem reafirmando o regime de câmbio flutuante. Ele lembra também que a desvalorização da moeda americana ocorre no mundo inteiro, e não apenas no Brasil.As compras de dólar pelo governo se acentuaram na segunda metade do mês. Do dia 15 até 31 de dezembro, o saldo das reservas subiu US$ 2,31 bilhões. Apenas no último dia do ano, as reservas tiveram um incremento de US$ 155 milhões. Ao longo de 2004, as reservas engordaram cerca de US$ 3,5 bilhões em relação ao fechamento de 2003. O BC já iniciou 2005 comprando dólares. No primeiro dia útil de 2005, o BC fez um leilão de compra no início da tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.