Reservas internacionais crescem US$ 4,3 bi em novembro

As reservas internacionais líquidas (sem os recursos do FMI) tiveram em novembro um crescimento de US$ 4,359 bilhões. A alta fez o valor das reservas por este conceito mais restrito subir dos US$ 46,464 bilhões de outubro para US$ 50,823 bilhões. O valor é recorde desde o início da série histórica do Banco Central (BC) iniciada em janeiro de 1999. A elevação do mês passado foi impulsionada pelas compras de dólares do BC no mercado à vista e pelo ingresso de US$ 500 milhões captados pelo Tesouro Nacional com a emissão de um bônus no mercado financeiro internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.