Reservas internacionais da China atingem US$ 1,6 trilhão

As reservas internacionais da China aumentaram para US$ 1,6 trilhão no fim de janeiro, segundo informou o ministro do Comércio do país, Chen Deming. No final do ano passado, as reservas chinesas, que são as maiores do mundo, totalizavam US$ 1,53 trilhão.A China atraiu US$ 6,93 bilhões em investimento estrangeiro direto (IED) em fevereiro, alta de 38,3% em relação a fevereiro de 2007, segundo dados do governo. O crescimento em fevereiro foi mais fraco que em janeiro, quando o investimento direto mais que dobrou para US$ 11,2 bilhões.O ministério chinês disse que o salto em janeiro se deveu à aceleração dos investimentos de empresas estrangeiras para reduzir potenciais perdas com câmbio, dado o recente aumento no ritmo de valorização do yuan (a moeda do país) ante o dólar americano. Nos primeiros dois meses do ano, o IED cresceu 75,2%, para US$ 18,13 bilhões.VarejoAs vendas no varejo cresceram 20,2% no primeiro bimestre do ano na China, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo o escritório nacional de estatísticas do país. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.