coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Reservatórios de água do Nordeste ficam em 64%

O presidente do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Mário Santos, reconheceu que o nível dos reservatórios que abastecem as usinas hidrelétricas na região Nordeste não alcançará a previsão de 70%, feita no início do mês. Segundo ele, o volume de água nas barragens nordestinas deverá alcançar 64% no dia 31 de março. "Setenta por cento seria excelente, mas 64% é muito bom", comentou Mário Santos, ao chegar ao Ministério de Minas e Energia para uma reunião da Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE). Mário Santos disse que, apesar de o nível ficar abaixo da previsão, esse volume não compromete o abastecimento. "O nível dos reservatórios está muito acima da curva guia", disse referindo-se ao limite mínimo determinado pelo governo. Segundo o boletim de acompanhamento da operação, divulgado pelo ONS, o nível dos reservatórios do Nordeste chegou ontem a 63,07%, o que representa 13,26 pontos porcentuais acima da curva guia. No dia 25 de março do ano passado, nesses reservatórios o volume de águas era de 37,8%. Desde o início do mês, os reservatórios subiram 6,93 pontos porcentuais. Ontem, o nível subiu somente 0,07 ponto porcentual. A previsão, entretanto, deve confirmar-se nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Ontem, o nível dos reservatórios nessas regiões chegou a 68,33%, o que representa 15,94 pontos porcentuais acima da curva guia. No ano passado, na mesma data, o nível da barragens nas duas regiões estava em 34,4%. Desde 1º de março, o volume de águas no Sudeste e no Centro-Oeste subiu 5 pontos porcentuais. Ontem, o nível dos reservatórios nessas regiões subiu 0,51% ponto porcentual.

Agencia Estado,

26 de março de 2002 | 12h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.