Restituições ajudarão EUA a sair da desaceleração, diz Bush

'É óbvio que a nossa economia está em desaceleração', afirma presidente norte-americano em discurso

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

25 de abril de 2008 | 11h02

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, afirmou que as devoluções de impostos que os norte-americanos começarão a receber nesta segunda-feira, 28, irão ajudar a economia do país a sair da desaceleração. "É óbvio que a nossa economia está em desaceleração", disse ele em breve pronunciamento na Casa Branca. Veja também:Cronologia da crise financeira  Entenda a crise nos Estados Unidos   Ele afirmou que os primeiros pagamentos do pacote de estímulo econômico de US$ 152 bilhões serão entregues eletronicamente na segunda-feira, com 7,7 milhões de contribuintes devendo receber seus pagamentos na próxima semana. No dia 9 de maio, o Serviço de Receita Interna começará a enviar mais cheques de até US$ 600 por pessoa, US$ 1.200 por casal e US$ 300 por criança. O plano, aprovado no início do ano, deve alcançar 130 milhões de famílias. "Esse dinheiro irá ajudar os americanos a compensar os altos preços que estamos vendo nos postos de combustível e nas mercearias", disse Bush. "Ele dará a nossa economia o impulso para ajudar a sair dessa desaceleração econômica", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.